قالب وردپرسافزونه وردپرسقالب فروشگاهی وردپرسقالب وردپرسقالب صحیفه

Juntamos desejos, corpos, instrumentos e lonjuras de São Paulo e do Paraná rumo à Porto São José, fronteira limite do estado do Paraná com Mato Grosso do Sul. Mais de 500 km de carro, instrumentos e muita contemplação em paisagens registradas em imagens e sensações.

Sem saber o que sairia de uma vivência de uma semana à margem do rio Paraná, sangria da natureza que divide os dois estados e segue derramando belezas e vida até o Paraguai. Cinco vidas que se misturaram com o existir grandioso da vida pacata e deslumbrantemente quente que acendia em nós labaredas de ideias, conversas, trocas e composições que eram registradas ao vivo, a cada flerte de inspiração ao sol, à água, ao verde, aos campos de areia e de serrado tropical.

A investigação ganhou tesão e passou a vibrar no entendimento do “entre”, do que existe no invisível do comunicar-se. Organicamente os instrumentos foram espalhados pela casa, os microfones e cadernos sempre dispostos a convite de impulsos que festejavam cada movimento do entre. Todos os dias uma canção era composta, gravada, registrada e revivida alí mesmo, em audições prazerosas e de muito calor entre tudo próximo.

Fomos sem imaginar o que seria esse retiro. Não havia nenhum preparo de criação ou concepção de composições, banda ou estética visionada. A proposta era viver e se relacionar arte, indivíduo, tempo e lugar, sem sinal de celular ou de internet.

A colheita da vida vivida foi generosa. Voltamos, Bernardo Bravo, Bruna Lucchesi, Catarina Schmitt, Du Gomide, Ísis Odara e eu, com um álbum delicado e de natureza abstrata. As vozes registradas nesse álbum manifestam com a mais proximidade todas as energias captadas desse relacionar-se. Ísis, artista plástica e poeta compôs os textos entre canções e deu liga flexível e expansiva a um novo gênero de confluências para produzir com qualidade e simplicidade.

A obra foi inteiramente concluída naquele tempo e espaço, deste as composições, gravações, mixagem e masterização. Foi um retorno de mais oito horas de viagem com a trilha ao entre a paisagem infinita do interior, só que agora, com um disco que dela também nascera. De tanta reflexão e abertura para o novo, até eu fui contemplado pela música e voltei com um grande amor.

Neste ano de 2017, a obra YANAY foi premiada e convidada a se apresentar em uma das mais conceituadas academias de música do mundo, a BEERKLEE, onde aproveita sua gratitude de viajar e redescobre e se apresenta por demais fronteiras da Europa.

FICHA TÉCNICA:
bruna lucchesi / vozes
catarina schmitt / viola
bernardo bravo / flauta transversal, voz, botijão de gás, caixa, alfaia
du gomide / teclado
ísis odara / poesia, voz, vídeo

produção musical, mixagem e masterização por du gomide
arte visual por Ísis odara
produção artística por web mota
juntura por bruna lucchesi

brasil, junho de 2016 // paisagens sonoras e visuais concebidas pelo período de uma semana em algum lugar na fronteira entre o paraná e o mato grosso do sul.

Baixar “Álbum: YANAY (2016)” musicoteca-YANAY-2016.zip – Baixado 243 vezes – 33 MB

Profile photo of Web Mota
Mineiro, teve seu contato com o universo da música inter(independente) em 2003, quando se mudou de Minas para São Paulo aos 18 anos. Desde então dedicou-se a pesquisa e divulgação de novos artistas como lazer e paixão, totalmente independente.

Músicas / Álbuns

قالب وردپرسافزونه وردپرسقالب فروشگاهی وردپرسقالب وردپرسقالب صحیفه