&

NaPonta #75 – Delia Fischer

Nessa edição, Jorge Lz apresentou Tempo Mínimo, de Delia Fischer. 

O álbum foi indicado como melhor disco de música brasileira no Grammy Latino e ganhador de cinco estrelas na revista Downbeat. 

Para além dos prêmios e indicações, Tempo Mínimo é um trabalho precioso. Delia, que já era reconhecida como grande instrumentista, consolida-se como excelente compositora. 

Rodrigo Campello coordenou a produção com maestria e conseguiu um resultado coeso, mesmo o disco tendo vários produtores. 

Tempo mínimo traz algumas participações de peso e é importante destacar o desempenho das duas outras pontas do triângulo musical, além da Delia: Matias Correa com seu talento e precisão e Antonio Fischer-Band pelo frescor criativo e sua grande musicalidade, mesmo sendo ainda um músico muito jovem. 

FICHA TÉCNICA 

Gravação: piano no estúdio Sarapuí (Biscoito Fino) por Lucas Ariel e Gustavo Krebs // voz da Delia, coro, cordas, sopros no MiniStereo Estúdio por Rodrigo Campello // bateria e percussão em “Corações amarelos” no Apipema Estúdio por Sebastian Notini // piano, fender rhodes, baixo, e bateria em “Tanto faz” e “Ela furou” na Tenda da Raposa por Carlos Fuchs // todos os instrumentos em “Garra”, wurlitzer, fender rhodes e guitarra em “Orgia” no Secret Air and Gomus por Pedro Guedes, Filipe Teixeira e Fabio Henriques // fender rhodes em “Corações amarelos” no Lontra Music por João Ferraz // loops, samples e programações em “Orgia”, double bass, Chapman stick, vocais e teclados em “Mercado” no Cor de Sol Home Studio por Matias Correia // cordas da Filarmônica de São Petersburgo na Rússia 

Mixagem: Rodrigo Campello (exceto “Garra” por Fabio Henriques e “Mercado” por Flavio Senna) 

Masterização: Carlos Freitas 

Produção musical: Delia Fischer, Antonio Fischer-Band, Matias Correia, Pedro Guedes, Rodrigo Campello, Rodrigo Tavares, Sacha Amback e Sebastian Notini 

Coordenação da produção musical: Rodrigo Campello 

Foto: Ana Migliari 
Capa: Dzign.me 
Direção geral: Delia Fischer 

MÚSICOS 
Delia Fischer: voz, teclados, piano, wurlitzer, bass synth, arranjo de cordas 
Antonio Fischer-Band: guitarra, baixo, fender rhodes, teclados, programação 
Matias Correia: double bass, Chapman stick, voz, efeitos, samples 
Rodrigo Campello: guitarra, programação, efeitos 
Sacha Amback: teclados, loops 
Levi Chaves: sopros e arranjo de sopros 

Arthur Dutra: vibrafone 
Marcelo Costa: percussão 
Rafa Maia: bateria 
Pedro Mibielli: violino 
Gretel Paganini: cello 
Rafael Bezerra de Miranda: bateria 
Mafram do Maracanã: percussão 
Diogo Gomes: trompete e flugelhorn 
Aline Gonçalves: flautas 
Jeferson Souza: flautas 
Marcelo Neves: clarineta 
Rui Alvim: clarone 
Diógenes Souza: trompa 
Elias Correa: trombone 
Rodrigo Tavares: órgão e clavinet 
Sebastian Notini: bateria, percussão 
Domenico Lancellotti: MPC 
Alberto Continentino: baixo 
Marcos Valle: voz 
Pretinho da Serrinha: voz e cavaquinho 
Ed Motta: voz 
Filarmônica de São Petersburgo: cordas 
Andrea Dutra, Camila Costa, Cauê Nardi, Marcelo Saboya, Matias Correa, Ricardo Goes, Suely Mesquita, Zeca Rodrigues: coro

Deixe uma resposta